"The L Word" ganhará spin-off

Por , 20 de julho de 2008 @ 9:49      

The L WordO sonho não acabou para os fãs de "The L Word". A série que fez história mostrando a vida de uma comunidade lésbica em Los Angeles vai terminar em 2009, mas poderá ganhar uma continuação.

O presidente do canal Showtime, Matthew C. Blank, anunciou que encomendou a produção de um spin-off (série derivada) de "The L Word" para Ilene Chaiken, a criadora da série.

As negociações recém começaram, mas, de acordo com o TV Guide, o plano é que a nova série seja estrelada por uma das personagens do atual elenco de "The L Word".

Quando o último episódio da série for ao ar, uma personagem deverá ganhar um final aberto, possivelmente uma vida nova – que permitirá uma nova série retomar deste ponto em diante. Será Shane (Katherine Moennig)? Bette (Jennifer Beals)? Alice (Leisha Hailey)? Jenny (Mia Kirshner)? Pode ser também que a personagem que seguirá com outras histórias ainda não tenha entrado na série.

A sexta e última temporada de "The L Word" estréia em janeiro nos Estados Unidos. No Brasil o seriado vai ao ar na Warner Channel, que deve exibir o 5º ano da série somente em 2009.

Texto do site TeleSéries.

Assunto(s): Novos Pilotos
Seriado(s) relacionado(s):

 

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO (VIA FACEBOOK)

COMENTÁRIOS VIA SITE:

Não tem Facebook? Use o formulário abaixo:
Quer ter sua foto ao lado do comentário? Cadastre-se no Gravatar!

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.

Sobre Pablo Biglia

Paranaense de coração, idolatra os seriados desde 1995, quando seu guilty pleasure era "Power Rangers". Viciado sempre em "Friends" e "Seinfeld". Hoje é fã fiel de "Orphan Black", "Scorpion", "Scandal", "The Big Bang Theory", "How To Get Away With Murder", "RuPaul's Drag Race" e Project Runway. No Twitter: @mr_biglia. Foi contra o golpe de 2016!