“The L Word” abordará proibição de lésbicas assumidas na Forças Armadas americanas

Por , 07 de janeiro de 2008 @ 2:25      

Rose RollinsA consagrada série americana com temática lésbica, “The L Word”, abordará mais profundamente na sua 5ª temporada a política do “Don’t Ask, Don’t Tell”, que proíbe que homossexuais assumidos sirvam as Forças Armadas.

O tema será abordado através da personagem Tasha Williams, interpretada por Rose Rollins. Tasha é uma soldada lésbica que será investigada por sua orientação sexual.

Em entrevista à AP, Rollins disse que sua personagem Tasha terá de “reavaliar sua vida” quando começa a ser investigada. Já Ilene Chaiken, criadora e produtora executiva da série, afirma que as possibilidades de Tasha permanecer nas Forças Armadas são poucas e para conseguir, ela terá que se adequar à política do silêncio e mentir sobre sua orientação sexual.

“A única maneira de Tasha permanecer como militar sob a política do ‘Don’t Ask, Don’t Tell’ é ficar completamente no armário e dizer: ‘Não, eu não sou gay. São mentiras que estão dizendo sobre mim’”, salientou Chaiken.

Assunto(s): LGBT
Seriado(s) relacionado(s):

 

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO (VIA FACEBOOK)

Não tem Facebook? Use o formulário abaixo:
Quer ter sua foto ao lado do comentário? Cadastre-se no Gravatar!

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.

Sobre Pablo Biglia

Paranaense de coração, idolatra os seriados desde 1995, quando seu guilty pleasure era "Power Rangers". Viciado sempre em "Friends" e "Seinfeld". Hoje é fã fiel de "Orphan Black", "Scorpion", "Scandal", "The Big Bang Theory", "How To Get Away With Murder", "RuPaul's Drag Race" e Project Runway. No Twitter: @mr_biglia. Foi contra o golpe de 2016!