"Mad Men" exibe cena gay e sofre ataques nos Estados Unidos  
Por , 24 de agosto de 2009 @ 10:00            

A série americana “Mad Men“, exibida nos Estados Unidos pelo canal AMC, sofreu ataques de um grupo conservador, devido à uma cena gay exibida em um dos episódios da 3ª temporada do programa.

Cena de Mad Men

O Conselho Televisivo dos Pais (PTC) alegou que o episódio deveria ter uma classificação etária mais alta do que a atribuída (14 anos). A série, que fala de um grupo de publicitários nos anos 60, exibiu uma cena em que o personagem Salvatore Romano (interpretado pelo ator gay Bryan Batt), que está no armário, encontra-se com um mensageiro de hotel. Os dois se beijam e, ainda, se tocam.

Segundo o PTC, o problema foi que “o episódio contém uma cena em que um personagem coloca a mão dentro da cueca de outro e o estimula sexualmente enquanto se beijam; uma mulher seminua com as mãos cobrindo os seios antes de insinuar que acabou de fazer sexo; e uma cena em que uma prostituta repete várias vezes: ‘vou cortar seu pênis fora e fervê-lo em banha de porco’”.

O crítico de TV James Poniewozik afirmou que o grupo conservador não tinha reclamado antes do programa, que já teve outras cenas “pesadas”, sugerindo que o que realmente chamou a atenção deles foi “uma cena clássica de beijo gay entre dois gays que se beijaram de uma forma bastante gay”.

No Brasil, a série “Mad Men” é exibida pelo canal pago HBO.

LEIA TAMBÉM:
Assunto(s): LGBT
Seriado(s) relacionado(s):

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

Deixe uma resposta

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.