Conheça “Pé na Cova”, nova série da Globo

Por , 18 de dezembro de 2012 @ 11:58      
 

Miguel Falabella apresenta mais um de seus projetos. Conhecido pelas saudosas "Sai de Baixo" (1996-2002) e "Toma Lá Dá Cá", o escritor e autor, agora, traz a sitcom "Pé na Cova".

Clique na imagem para visualizá-la em tamanho maior

Em seu novo trabalho como ator e escritor, para a Rede Globo, joga no mesmo balaio a morte e a histeria da ascensão da classe C brasileira. E o rapaz já avisa: esta pode ser sua despedida como intérprete na televisão. "Na TV, eu virei macaco. Já deu, já fiz muita coisa. Vou ficar muito tempo no ar no Viva. Quero parar de atuar depois desse seriado. Escrever mais. Gravar toma muito tempo", afirma à Folha.

Ambientada no Irajá, no subúrbio do Rio de Janeiro, a série gira em torno de uma funerária. Segundo Falabella, o tema morte passou a ficar mais presente em sua vida depois de completar 50 anos. "É um questionamento natural do homem. Após os 50 anos, a finitude é uma coisa presente na vida de qualquer um".

O autor refuta qualquer menção a plágio de "Six Feet Under", produção americana cujos protagonistas também eram donos de uma funerária. "Vi alguns episódios, mas não tem nada a ver. Não me inspirei. É outro mundo, a dramaturgia televisiva deles é muito previsível. É brilhante, mas previsível. Interessa mostrar outra estética. Há beleza e humanidade na decadência".

No programa, Falabella interpreta Gedivan Pereira, o Ruço, chefe de uma família disfuncional. "Eles são a família Addams do Irajá. O último degrau. Não gostam de ler, não vão ao teatro e, se fossem, ficariam mexendo no celular durante o espetáculo", diz.

"A comédia é sempre a melhor maneira de dizer as coisas, melhor do que a carta anônima. É claro que houve um crescimento econômico, mas o não investimento na educação nos faz crescer de maneira atabalhoada".

Casado com Abigail (Lorena Comparato), uma jovem 30 anos mais nova, Ruço ainda divide o teto com a ex-mulher, Darlene (Marília Pêra), maquiadora de defuntos. O ex-casal tem dois filhos, Alessanderson (Daniel Torres), um rapaz iletrado com pretensões políticas, e Odete Roitman, uma homenagem à vilã de Beatriz Segall na novela "Vale Tudo", de 1989.

A jovem é bissexual e namora a borracheira do bairro, Tamanco (papel da sambista Mart'nália), e é quem sustenta realmente a família fazendo striptease na internet. No elenco ainda estão uma vizinha mexeriqueira, Luz Divina (Eliana Rocha), a empregada dos Pereira, Adenoide (Sabrina Korgut), e Marcão (Maurício Xavier), irmão de Tamanco que de noite se traveste de Markaça Mensalão.

Os atores Claudia Jimenez e Ney Latorraca também faziam parte da escalação de "Pé na Cova", mas, por motivos de saúde, tiveram de deixar o projeto. Claudia seria a nova mulher de Ruço e Latorraca, o motorista do rabecão. O ator Alexandre Zacchia ficou com o papel do último.

"Em 'Pé na Cova' temos pessoas loucas fazendo coisas anormais num cenário bem normal, que é o da morte", afirma a diretora Cininha de Paula. O programa tem previsão de estreia para 24 de janeiro.

Assunto(s): Imagens & Vídeos, Séries brasileiras, TV aberta
Seriado(s) relacionado(s):

 

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO (VIA FACEBOOK)

Não tem Facebook? Use o formulário abaixo:
Quer ter sua foto ao lado do comentário? Cadastre-se no Gravatar!

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.

Sobre Pablo Biglia

Paranaense de coração, idolatra os seriados desde 1995, quando seu guilty pleasure era "Power Rangers". Viciado sempre em "Friends" e "Seinfeld". Hoje é fã fiel de "Orphan Black", "Scorpion", "Scandal", "The Big Bang Theory", "How To Get Away With Murder", "RuPaul's Drag Race" e Project Runway. No Twitter: @mr_biglia. Foi contra o golpe de 2016!