“Are You There, Chelsea?” 1×02 – Sloane’s Ex

Por , 22 de Janeiro de 2012 @ 19:39      

Lembra do episódio piloto? Ele foi divertido, apresentou os personagens e deu uma ideia do que a primeira temporada pretende ser. O início do segundo episódio é bem divertido, mostra Chelsea e Sloane no cinema, comprando pipoca e conversando sobre sexo. Destaque para o vendedor de pipoca que sugere que as duas dividam a pipoca, porém, Sloane não quer dividir com alguém cuja boca tenha DST. Hilário!

Are You There, Chelsea? - Sloane's Ex

Posteriormente, Chelsea quer sair com um cara... mas não é qualquer cara, é Matt Gunn, o ex-namorado de sua irmã Sloane. Quando o assunto é colocado em pauta na mesa do café (junto com Dee Dee, que agora se sente da família e já se considera irmã de Chelsea e Sloane), Sloane proíbe a irmã de sair com seu ex. Quando pede um conselho para seu pai, Melvin diz que Chelsea deve fazer algo simples: mentir (e, consequentemente, sair com Matt).

Pausa aqui: o pai de Chelsea, Melvin, ainda é um personagem deslocado. Não vejo necessidade em seus diálogos, nem mesmo justificativa para sua presença na série. Será preciso melhorar muito a sua participação para que seja, no mínimo, engraçada (e útil).

Are You There, Chelsea? - Sloane's Ex

Chelsea resolve sair com o ex da irmã, independente do que isso cause no futuro. Enquanto se arruma, Dee Dee descobre que precisará mentir para encobertar a amiga e quando Dee Dee mente, ela tem dores de estômago. Divertidíssimas as cenas em que Dee Dee precisa mentir para Sloane e fingir que está ensaiando para um show de marionetes. A graça de 90% do episódio fica por conta da — estranha — coadjuvante Dee Dee.

E eis que a nossa protagonista descobre que não é tão boa na cama como imaginava. E para piorar, Matt ainda diz que Sloane é melhor do que Chelsea. Entre choques e desesperos, Chelsea precisa saber o que faz de Sloane melhor do que ela quando o assunto é sexo. Quando descobre que a irmã mentiu, Sloane resolve brincar e diz para Chelsea que Matt curte, nada mais, nada menos do que... conversa de bebê durante o sexo. A cena das preliminares e uma Chelsea perigando uma embriaguez infantil é muito engraçada.

Por fim, meu último destaque vai para a cena da conversa entre Chelsea e Sloane. Foi uma cena com boas doses de seriedade, especialmente quando Sloane afirma que só era melhor no sexo do que Chelsea porque ela realmente amava o namorado. Well played. E como expulsar seu pai da sala para ter uma conversa particular? Simples: diga "orgasmo" e "menstruação", ele sairá rapidinho.

Ah, sem comentários para as cenas com a ex-namorada Rick. Sem graça, sem necessidade e não acrescentou nada ao episódio.

O trecho abaixo é do episódio, o diálogo que acontece na mesa. Dee Dee tinha uma irmã imaginária que morreu de varíola. E por que Dee Dee não fez ela ficar melhor, já que era imaginária? Simples, o pai tinha uma ordem judicial e desligou os aparelhos. Fanstásticaaaaa!

Assunto(s): Reviews
Seriado(s) relacionado(s):

 

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO (VIA FACEBOOK)

Não tem Facebook? Use o formulário abaixo:
Quer ter sua foto ao lado do comentário? Cadastre-se no Gravatar!

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.

Sobre Pablo Biglia

Paranaense de coração, idolatra os seriados desde 1995, quando seu guilty pleasure era “Power Rangers”. Viciado sempre em “Friends” e “Seinfeld“. Hoje é fã fiel de “Orphan Black“, “Scorpion“, “Scandal“, “The Big Bang Theory“, “How To Get Away With Murder“, “RuPaul’s Drag Race” e Project Runway. No Twitter: @mr_biglia. Foi contra o golpe de 2016!