“American Idol” pode ter seu primeiro vencedor gay

Por , 15 de Março de 2008 @ 16:56      

Em sua sétima temporada, o reality show musical mais badalado do planeta, que de fato escolhe o próximo ídolo americano (é só lembrar do sucesso dos vencedores das outras edições) pode ter seu primeiro vencedor gay.

Quem aposta nisso é Jin Verraros, finalista da primeira temporada de "American Idol", que saiu do armário depois de sua participação: "Eu não estou aqui para acusar ninguém, mas acho que existem fortes possibilidades de isso acontecer este ano" — disse ele à agência AP.

A emissora FOX divulgou nota oficial mantendo o silêncio: "Não comentamos a vida pessoal dos participantes do programa".

Mas as especulações não param, especialmente depois da revelação de que um candidato desta temporada, David Hernandez, foi stripper de boate gay.

Danny NoriegaOutro candidato, Danny Noriega, entrou na lista de "suspeitos" graças a um vídeo divertidíssimo no qual aparece fazendo trejeitos femininos enquanto canta "Chain of Fools", da Aretha Franklin.

Polêmicas à parte, o ex-finalista Verraros resume bem a situação: "Não importa se o candidato é gay ou não, o talento deve vir em primeiro lugar".

Assunto(s): LGBT, Reality Show
Seriado(s) relacionado(s):

 

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO (VIA FACEBOOK)

COMENTÁRIOS VIA SITE:

Não tem Facebook? Use o formulário abaixo:
Quer ter sua foto ao lado do comentário? Cadastre-se no Gravatar!

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.

Sobre Pablo Biglia

Paranaense de coração, idolatra os seriados desde 1995, quando seu guilty pleasure era “Power Rangers”. Viciado sempre em “Friends” e “Seinfeld“. Hoje é fã fiel de “Orphan Black“, “Scorpion“, “Scandal“, “The Big Bang Theory“, “How To Get Away With Murder“, “RuPaul’s Drag Race” e Project Runway. No Twitter: @mr_biglia. Foi contra o golpe de 2016!