5 motivos para detestar o canal Investigação Discovery [opinião]

Por , 17 de agosto de 2012 @ 21:30      
 

Desde o dia 09 de julho de 2012, o canal Investigação Discovery está disponível nas principais TVs por assinatura do país. Aparentemente seria uma emissora "nova", se não fosse pelo fato de estar substituindo um canal que já existia anteriormente, o Liv.

Investigação Discovery

Pela terceira vez, a Discovery Networks muda o nome e o conteúdo da emissora, que agora passa a se chamar Investigação Discovery. Antes era Liv e, antes disso, o espaço já havia pertencido ao People+Arts. A nova aposta do canal é o suspense e as investigações criminais, que segundo Fernando Medin, presidente da Discovery Networks no Brasil, são um fenômeno mundial.

"O Liv foi uma tentativa. Nos Estados Unidos, o Investigação Discovery tem 100 milhões de assinantes. Vamos apostar na tendência", falou, ao ser questionado se houve fracasso por conta do conceito anterior. Em busca da classe C, quase toda a programação da emissora foi dublada, com exceção da série "Dexter", que tem legendas e reprises desde a primeira temporada.

Vamos aos motivos para detestar a nova proposta?

Dublado, Sem Opção, Não!5º — Dublagem
Como já foi falado anteriormente, praticamente toda a programação do Investigação Discovery foi dublada. E até agora nada tem se falado sobre a opção de áudio original e legendas, o que é um verdadeiro desrespeito para com os assinantes. Tudo bem, "Dexter" é legendada, mas por que somente esse programa? E o resto? Qual a justificativa? Mancada!

4º — Ausência de séries
Com a reestruturação da proposta do canal, os seriados, que eram o carro chefe da programação, deixaram de ser prioridade. O que será prioridade? Programas do tipo "Dementes" (sobre assassinos seriais), "Suspeitos Improváveis" (sobre o lado obscuro de cidadãos considerados exemplares) e "Amor Assassino" (que trata de crimes passionais). Legal, né? Só que não.

Judging Amy3º — Clássicos no lixo
Lembra quando você sentava na frente da TV para relembrar séries como "Judging Amy", "Just Shoot Me!", "Frasier", "Dawson's Creek" e "Charmed"? Pois é, essas séries já não estão mais em nossas vidas (exceto pela brilhante "Frasier", que por motivos místicos, o Canal Sony ainda não a jogou fora). Consideradas séries "femininas", a nova proposta da emissora não tem espaço para esse tipo de programa.

2º — Programação estranha
"Blue Bloods", "Hawaii Five-0" e a cancelada "Prison Break" continuam no canal. "Parenthood" e "So You Think You Can Dance" migrarão para Discovery Home & Health e TLC, respectivamente. "Whitney" e "Last Man Standing" foram para a rua. A torcida fica por conta de algum outro canal se interessar por tais séries, que foram renovadas e ganharão novos episódios a partir de outubro e novembro, respectivamente.

Atualização (17/04/2013): o Comedy Central adquiriu os direitos de "Last Man Standing". A sitcom "Whitney", no entanto, permaneceu sem casa no Brasil e a 2ª temporada nunca foi exibida.

Ancine1º — Filmes e séries nacionais
A nova Lei 12.485, que obriga canais pagos a cumprir uma cota de produção nacional, veio para destruir com a nossa querida TV por assinatura. Para seguir as novas regras da tal lei absurda (regulamentada e fiscalizada pela Agência Nacional do Cinema — Ancine), o Investigação Discovery vai exibir filmes e séries nacionais em horário nobre. Não desmerecendo as produções tupiniquins, mas... bom, sem mais. Fim!

Atenção: esta é uma postagem pessoal, particular, de cunho único e exclusivo do autor, logo, deve ser respeitada como expressão de opinião. Ainda, o artigo é de 2012, muitas coisas se modificaram desde então.


 

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO (VIA FACEBOOK)

COMENTÁRIOS VIA SITE:
  1. Jullia disse:

    Eu nao sou fã de carterinha para ficar acompanhando grades de canais por assinatura.. eu gosto do programa e pronto. E foi assim que eu me tornei fã do I.D, por perceber que um programa leva ao outro, ou seja, vários tratam unicamente de um tema: criminalidade. Isso me interessa e MUITO! Por isso, até o presente momento não tenho do que reclamar, NEM MESMO de programas ou filmes dublados. Quase me tornei dubladora, e tenho amigos dubladores em Rio/SP e admiro o trabalho deles que são de qualidade. Quem não gosta é porque ainda desconhece além da profissão de dublador, desconhece a qualidade brasileira e desconhece a importância da história e dos bastidores. Quando conhecer, ai sim, muita gente pensará duas vezes antes de criticar a dublagem ou mudará de opinião…

  2. DENYS disse:

    ESSE CANAL É MUITO. BRASILEIRO TEM MANIA DE RECLAMAR DE TUDO

  3. Gabriela Nascimento de Medeiro disse:

    Cara , eu concordo com muita coisa mas não em relação a dublagem. Ela tem uma grande função social se levar em consideração a quantidade de pessoas hoje em dia que infelizmente não dominam bem a leitura. Existem MUUUUUITAS pessoas que não poderiam acompanhar a legenda. Então antes de criticar a dublagem precisamos críticar o governo , que tanto rouba da educação ;/

  4. Pablo disse:

    Concordo que a dublagem tem uma função social, porém, a questão é ainda maior. Se existe tecnologia para disponibilizar conteúdo dublado com opções de áudio original e legenda, porque não o fazem? Afinal, o valor da mensalidade não é barata…

  5. mariana lola disse:

    MANO vai toma no c* na moral cara, o bagulho se chama INVESTIGAÇÃO disvovery ou seja se trata de um canal para pessoas que gostam de investigação cara, essa é a ideia a mesma coisa é eu pegar e começar a reclamar que no canal animal planet não passa clipes de musicas, mano na moral so pq vc não gosta da programação não quer dizer que ela seja estranha, vou fazer isso também 5 motivos paea detestar pessoas que não usam argumento concreto nenhum pra justificar odiar algo que simplesmente não o agrada

  6. Ninguém está minimizando a profissão de dublador. Pelo contrário. Sabemos que a dublagem brasileira é a melhor do mercado e merece destaque, sim. No entanto, o que não pode acontecer é a dublagem ser imposta, sem opção. Assim como eu não gosto de programas dublados e prefiro o áudio original, não acho justo que esta opção seja obrigatória para aqueles que preferem seus programas dublados. O que queremos é a opção de escolha, afinal, todas as operadoras têm essa tecnologia disponível, basta fornecê-las aos seus assinantes.

  7. Nilton disse:

    Não é que a mensalidade dá TV paga no Brasil é cara!! É a mais cara do mundo!! Paguemos e calemos a boca!! Esta é a regra do jogo!!!

  8. vera Machado disse:

    Ninguem aguenta tantos intervalos de cinco em cinco minutos.

  9. elielton disse:

    Pra min é otimo progroma….nada ver. Vejo todos o dias .mas o problema que vissia que nem mulher……

  10. Nilson Pereira da Costa disse:

    ID SEMPRE ASSISTO NAS HORAS VAGAS .TEM QUE TER CUIDADO COM O PISSIQUISMO POR AÍ.

  11. Claudia disse:

    Adoro este canal. É o meu preferido da TV paga.

  12. Rebecca Dung de Andrade disse:

    Amo.
    Simplesmente viciante.
    Alem de abrir os olhos da gente para os graus de maldade e maluquice do ser humano….

  13. Sandra disse:

    Adoro o canal, mas gostaria de saber que fim de deu certos casos. Pessoas desaparecidas, não se fica sabendo se a pessoa apareceu ou não.

  14. Andrea disse:

    Simplesmente é viciante e abre os nossos olhos para as possíveis maldades a nossa volta. Como diz o comercial: Quem assiste ID não vê o mundo como as outras pessoas. Vivemos no mundo real e o mundo real é ID.

  15. PAUL W DIXON disse:

    Gosto do canal (exceto o Dr Homicídio, muito repetitivo e irritante) mas gostaria de ter a opção de ver com som original (com ou sem legendas)

  16. Elane Reis disse:

    Adorooooo, esse canal é o melhor na minha opinião.

  17. Michele Silva disse:

    Gosto muito do Investigação Discovery, o melhor é tentar descobrir o verdadeiro (a) assassino (a) dos casos, é um programa que dá para interagir com quem também gosta de investigações.

Não tem Facebook? Use o formulário abaixo:
Quer ter sua foto ao lado do comentário? Cadastre-se no Gravatar!

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.

Sobre Pablo Biglia

Paranaense de coração, idolatra os seriados desde 1995, quando seu guilty pleasure era "Power Rangers". Viciado sempre em "Friends" e "Seinfeld". Hoje é fã fiel de "Orphan Black", "Scorpion", "Scandal", "The Big Bang Theory", "How To Get Away With Murder", "RuPaul's Drag Race" e Project Runway. No Twitter: @mr_biglia. Foi contra o golpe de 2016!