5 atores (assumidamente) gays nos seriados de TV — parte II

Por , 28 de outubro de 2013 @ 15:00      

Em 2012 fizemos uma lista dos cinco atores (assumidamente) gays nos seriados de TV, na semana de combate a homofobia, data que é anualmente celebrada no dia 17 de maio. A postagem é a segunda mais acessada em toda a história do site e, para dar continuidade ao sucesso (e ao fato de que o assunto "atores gays" parece chamar muito a atenção), lançamos a parte II.

Ainda existe o estigma: será que quando um ator sai do armário ele será contratado para o papel de um heterossexual? Embora seja uma pergunta carregada de muito, muito preconceito, a realidade é nua e crua e muitos, eventualmente, devem passar por isso. Felizmente essa questão não parece incomodar os cinco atores listados abaixo, que deram a cara ao tapa e, nem por isso, deixam de atuar de maneira espetacular:

Jesse Tyler Ferguson e Justin Mikita Jesse Tyler Ferguson
Ele já foi nominado ao Emmy quatro anos seguidos pelo seu fantástico papel em "Modern Family"; ganhou três Screen Actors Guild Awards dos quatro que foi indicado e, também, teve uma indicação para o People's Choice Awards. Jesse vem fazendo história na pele do gay Mitchell Pritchett, que busca viver uma vida real ao lado do parceiro Cameron. Outro papel conhecido do ator é na série "The Class", que durou apenas uma temporada. E, em julho de 2013, ele se casou com o advogado Justin Mikita em uma cerimônia particular em Nova York.

Dan Bucatinsky Dan Bucatinsky
Gay na vida real e na ficção. Na deliciosa "Scandal" Dan dá vida ao jornalista James Novak, que é casado com Cyrus Beene, o braço direito do presidente dos Estados Unidos. Em 2013 o ator ganhou o prêmio Emmy de Melhor Ator Convidado em Série Drama, por seu personagem em "Scandal". Ele é o melhor amigo da atriz Lisa Kudrow (a Phoebe, de "Friends"), a protagonista de "Web Therapy", seriado no qual ele atua (e produz). O rapaz é casado com o diretor, escritor e produtor Don Roos e eles têm dois filhos: Eliza e Jonah.

David Hyde Pierce David Hyde Pierce
Completamente reservado, David demorou para anunciar a sua união com o ator Brian Hargrove, o que aconteceu somente em 2007. Premiadíssimo por Niles Crane, seu personagem durante 11 anos na sitcom "Frasier" (ele foi indicado exatas 50 vezes e venceu 20 delas, o maior recorde da televisão), atualmente ele se dedica aos musicais da Broadway (também indicado algumas vezes ao prêmio Tony). Embora afastado das telinhas, David sempre é lembrado pela sua atuação magnífica na série que lhe deu visibilidade.

Jim Parsons e Todd Spiewak Jim Parsons
Um desconhecido. Até o estouro do Big Bang lhe conceder um dos papéis principais na comédia mais assistida da atualidade. "The Big Bang Theory" carrega esse sucesso todo graças ao querido Dr. Sheldon Cooper, papel destaque na vida de Jim, o que já lhe rendeu 25 indicações e 7 vitórias no Emmy (e outras premiações conhecidas). Vive há 12 anos com o diretor de arte Todd Spiewak, a quem agradeceu quando ganhou o Emmy de 2010. Além de atuar na TV, Parsons também faz trabalhos na Broadway.

Wentworth Miller Wentworth Miller
Ele ficou conhecido por ser o irmão mais querido e esperançoso da TV. Wentworth garantiu seu sucesso na pele do engenheiro Michael Scofield, no drama "Prison Break", durante as quatro temporadas da série. Ele não é premiado como os outros desta lista (obteve oito indicações, mas não ganhou nenhuma) e não teve muito destaque antes de ser preso (na ficção, claro), com participações tímidas em séries como "House", "Ghost Whisperer", "Joan of Arcadia" e na saudosa "Popular".

Recentemente Wentworth ganhou destaque na mídia quando assumiu ser gay, depois de negar o "boato" durante anos. Ele recusou participar do Festival Internacional de Cinema de São Petersburgo, alegando estar "profundamente perturbado pelo tratamento de homens e mulheres gays pelo governo russo". Ele escreveu uma carta na qual dizia que "a situação não é aceitável e eu não posso participar de uma celebração organizada por um país onde pessoas como eu têm negados seus direitos de viver e amar abertamente. Talvez, se esse contexto melhorar, tomarei uma decisão diferente".

Uma atitude louvável. Por ser algo muito recente, não encontramos registros precisos sobre a vida amorosa do ator. Esperamos que ele encontre alguém logo!

Confira a parte III. 😀


 

Receba nossas publicações por e-mail:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO (VIA FACEBOOK)

COMENTÁRIOS VIA SITE:
  1. Aline disse:

    Alexandre Ernesto Era fã e não é mais pq o cara é gay? Q merda de fã é vc? O q isso muda no talento, no trabalho do cara. NOJO de gente q fala isso. Não gostar de gays é uma coisa, ngm é obrigado a gostar. Mas respeitar o próximo acima de qualquer coisa é um ensinamento que DEVERIA vir de berço. Ridículo.

Não tem Facebook? Use o formulário abaixo:
Quer ter sua foto ao lado do comentário? Cadastre-se no Gravatar!

ATENÇÃO:
Toda e qualquer mensagem publicada através do sistema de comentários não reflete a opinião deste site ou de seus autores. As opiniões enviadas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos visitantes que dele fizerem uso.

Sobre Pablo Biglia

Paranaense de coração, idolatra os seriados desde 1995, quando seu guilty pleasure era "Power Rangers". Viciado sempre em "Friends" e "Seinfeld". Hoje é fã fiel de "Orphan Black", "Scorpion", "Scandal", "The Big Bang Theory", "How To Get Away With Murder", "RuPaul's Drag Race" e Project Runway. No Twitter: @mr_biglia. Foi contra o golpe de 2016!